.news

Keep in moovement

Vieira da Cunha encerra um ciclo de 20 anos e deixa a sociedade da Moove

Vieira da Cunha deixa Moove , após 20 anos.

Vieira da Cunha deixa Moove , após 20 anos. Foto:Moove

A partir de sexta-feira (29), o executivo passa a se dedicar à vida familiar

José Antonio Vieira da Cunha, sócio-diretor da Moove, anunciou aos colaboradores da agência, no final da manhã desta terça-feira (26), a sua decisão de deixar a sociedade a partir da próxima sexta-feira (29). Segundo o executivo, a resolução é fruto de um planejamento e de uma negociação acertadas com o sócio José Luiz Fuscaldo há mais de um ano. “Não se trata de uma decisão intempestiva. Meu projeto de vida é partir para outra etapa. Quero, neste momento, passar mais tempo com minha família”, explicou. “Este é um ciclo que começou bem e encerra-se muito bem”, afirmou.

Desde janeiro de 1999, Vieira da Cunha e Fuscaldo atuam juntos no mercado da Comunicação, com a fundação do portal Coletiva.net e da Moove Comunicação. “Hoje, a agência é uma empresa respeitada no mercado, tendo sido eleita Agência do Ano/ARP, em 2017. Estamos em um momento virtuoso e, por isso, fico tranquilo em deixar a sociedade nesta fase”, relatou.

Fuscaldo fez questão de enaltecer o bom entendimento mantido entre os sócios e destacou que “Vieira sempre foi um amigo e um sócio leal. Esta parceria foi muito produtiva e está sendo encerrada de forma planejada”.

Trajetória

Vieira da Cunha foi presidente da Coojornal – Cooperativa dos Jornalistas de Porto Alegre, de agosto de 1974 a outubro de 1980, e secretário de Redação e Planejamento do jornal Correio do Povo, de Porto Alegre, de dezembro de 1986 a abril de 1988.

Também foi sócio-diretor da Plural Comunicação e editor da revista Amanhã, de maio de 1988 a janeiro de 1995.

Assumiu a Secretaria de Comunicação Social do Governo do Rio Grande do Sul, de agosto de 1989 a março de 1991, período em que esteve licenciado das atividades na Plural Comunicação.

Presidiu a TVE do Rio Grande do Sul, de janeiro de 1995 a dezembro de 1998. No ano seguinte, fundou o portal Coletiva.net. Desde abril de 2002, é sócio-diretor da Moove.